Idoso suspeita de golpe e prende estelionatário dentro de casa

O golpista ligou e afirmou que o cartão do idoso teria sido clonado. Ele chamou os familiares, que prenderam o homem dentro de casa em Guarapuava

Golpista se passa por funcionário de seguro de banco e acaba preso (Foto: Reprodução/Pixabay)

Na tarde dessa quarta (20), a Polícia Militar prendeu um homem de 25 anos que estava se passando por funcionário de seguro bancário em Guarapuava. De acordo com a vítima de 78 anos à PM, o golpista ligou dizendo que o cartão do banco estaria clonado.

Por volta das 13h, uma equipe de policiais da Rádio Patrulha se deslocou até o bairro Primavera, para atender uma situação de estelionato. No local, a vítima relatou que após receber a ligação do golpista, pediu para que os familiares irem até a casa dele, desconfiando de que se tratasse de um golpe.

Desse modo, o estelionatário chegou na casa, o qual se apresentou como funcionário de uma empresa de seguro de cartão bancário de São Paulo, alegando que a vítima teria que repassar o cartão magnético do banco e a senha. Isso porque teria que ser recolhido pelo fato que estar clonado.

MAIS TARDE

Assim, o morador ao entregar o cartão trancou as portas da casa e pediu ajuda aos familiares que estavam no local para que fizessem
a contenção do autor. O golpista tentou fugiu, entrando em luta corporal com a vítima e demais envolvidos. Porém, acabou sendo contido, por populares que passavam na rua até a chegada da equipe policial.

Enquanto a equipe policial fazia o levantamento de informações, investigadores de Polícia Civil prestaram apoio no atendimento da ocorrência. O estelionatário confirmou os fatos e relatou à PM, que receberia R$ 500 para pegar o cartão. Contudo, ele não soube relatar quem seria o contratante.

Por fim, os policiais deram voz de prisão ao autor e tomaram as demais medidas cabíveis.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

SURTO DE COVID-19

Saúde de Guarapuava confirma 71 novos casos e fiscais fecham sorveteria

DESAPARECIDO

Mãe procura por adolescente de 16 anos que está desaparecido

CORRE SE INSCREVER

1º Juizado Especial Cível abre vaga para estágio em Guarapuava

Comentários