Homem perde R$ 38 mil ao tentar comprar um carro em Guarapuava

Um estelionatário fingiu ser o dono do carro para o comprador e também para quem anunciava pelo WhatsApp. Ambos foram enganados

Homem perde R$ 38 mil ao tentar comprar um carro em Guarapuava (Foto: Reprodução/Pixabay)

Um homem de 43 anos perdeu R$ 38 mil ao tentar comprar um carro em Guarapuava. De acordo com a Polícia Militar, ele foi vítima de um estelionato nessa segunda (18), ao fazer uma transferência ao golpista.

Por volta das 10h, a polícia se deslocou até a rua Tiradentes no Centro. No local, havia o dono do carro e mais uma pessoa de 43 anos. O dono do carro relatou à PM, que ele fez um anúncio em um site de compra e venda e nas redes sociais, para vender o Chevrolet Cruze. Desse modo, uma pessoa entrou em contato com ele por WhatsApp, e disse que um homem de 43 anos iria ver o carro.

O dono do carro relatou que após ver o carro, o homem foi até o banco para fazer a transferência. E enquanto isso, o intermediador da venda enviou mensagens pelo WhatsApp pediu para esperar que ele desse ‘Ok’ para entregar o carro. Ao comprador, o golpista pediu falasse para que quem iria comprar o carro, era primo do intermediador. Além disso, pediu para não tratar sobre valores de negociação e que o carro já era da pessoa que estava em contato pelo WhatsApp.

Dessa maneira, o dono do carro recebeu pelo WhatsApp um comprovante de transferência no valor de R$ 49.500. Esse dinheiro, o dono afirmou que nunca caiu na conta bancária e por esse motivo, recusou-se a entregar o carro para a pessoa que estava ali para ver.

MAIS TARDE

Os policiais falaram o com o homem de 43 anos, que estava no local para ver o carro. Ele relatou à PM, que viu o anúncio do carro e que o valor do veículo seria R$ 40 mil e entrou em contato com o anunciante pelo WhatsApp.

O golpista se identificou com o mesmo nome da pessoa que estava em contato com o dono do carro. O comprador relatou que o estelionatário disse que ele teria pego o carro no negócio de um apartamento que teria vendido para o solicitante e que por isso estava vendendo por um preço abaixo da tabela.

O homem de 43 anos, disse para o anunciante que teria R$ 38 mil para fechar negócio. E essa proposta foi aceita pelo golpista. Então, o comprador procurou o banco para fazer a transferência. Ele não conseguiu efetuar o pagamento porque a conta era de uma agência de Ponta Grossa. Desse modo, ele pediu para a patroa dele fazer a transferência.

Ela fez a transferência e mandou o comprovante para o homem de 43 anos. Ele procurou o vendedor para retirar o veículo e o mesmo recusou-se a entregar alegando que não havia recebido o pagamento. Após o ocorrido, o golpista bloqueou ambas as partes nos aplicativos que estavam se comunicando e não atendeu mais ligações. Eles acionaram a PM e foram encaminhados para a 14ª SDP para esclarecer a situação.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

VÍTIMAS

Idosas do S.O.S contaminadas com covid-19 morrem vítimas da doença

DEFESA DO CONSUMIDOR

Variação no preço dos combustíveis chega a 11%, aponta o Procon

DESCENTRALIZAÇÃO

Guto Silva estará em Guarapuava nesta quinta (25)

Comentários