Guarapuavanos em Londres relatam a angústia de querer voltar para casa

O casal André Kultz e Deyse Scheerer e mais 4 primos saíram em férias, e no aeroporto de Londres contaram ao Portal RSN a dificuldade para conseguir voos

Guarapuavanos e primos no exterior (Foto: André Kultz)

*Reportagem com vídeo

O que seriam férias planejadas já há algum tempo, acabou se transformando em angústia e incertezas para um casal de guarapuavanos. O engenheiro André Kultz e a esposa – a perita oficial – Deyse Scheerer, além de mais dois casais de primos saíram do Brasil no dia 6 de março. De acordo com o casal, o destino era a Europa. Porém, a viagem foi interrompida pela pandemia do coronavírus.

Conforme Deyse, o desafio agora é retornar para Guarapuava. O grupo está em Londres, no aeroporto de Heathrow tentando um voo para Dubai. Se der certo, eles embarcariam hoje (19), às 16h (horário de Brasília). Entretanto, até a publicação desta reportagem eles não sabiam se conseguiriam voar rumo ao Rio de Janeiro e de lá chegar em casa.

Assim, em relato feito ao Portal RSN, o casal conta que quando o grupo chegou a Londres, estava tudo tranquilo. “As poucas pessoas realmente se cuidando eram os chineses, que estavam usando máscara e luvas. Durante a viagem, o número de chineses fazendo turismo era bem elevado”.

Aeroportos lotados (Foto: André Kultz)

Porém, segundo Deyse, quando houve o anúncio do fechamento das fronteiras, a população entrou em pânico. Os estabelecimentos começaram fechar, o número de pessoas nas ruas diminuiu, os mercados começaram a ter os estoques esgotados. “Logo em seguida, nosso voo foi cancelado e não conseguimos reembolso”.

Conforme o agrônomo André Kultz, o grupo estava em Edimburgo na Escócia, quando soube que as fronteiras foram fechadas. “Nesse mesmo dia cancelaram o nosso trem para Paris. Mas conseguimos chegar a Londres, onde estamos ‘presos’. Tudo que era interno na Europa foi cancelado”.

SEM REMARCAR

Dessa maneira, André disse que eles tentaram remarcar a passagem de Roma, na Itália, para o Brasil, conforme o roteiro programado. “Como não conseguimos remarcar e nem recebemos os valores de volta, precisamos comprar outra passagem que seguiu por Dubai. Aí veio a informação de fechará Dubai também, mas a partir de amanhã”.

Assim, Deyse conta que eles encontraram dificuldades em comprar a nova passagem, porque quase todas as companhias paralisaram. “Os aeroportos ficaram abarrotados de gente tentando voltar para a cidade ou país de origem”.

Todavia, o grupo teve que optar pela única companhia aérea disponível e para Dubai, “consideravelmente mais onerosa”. Assim, embora tenham comprado a passagem para sair de Londres, o grupo enfrenta a incerteza se haverá a confirmação do novo destino.

“Nosso receio é que hajam novos cancelamentos e que não consigamos chegar ao Brasil. Caso isso ocorra, procuraremos a embaixada. Se tudo der certo como o esperado, ao chegar no Brasil, tomaremos os cuidados necessários, fazendo exames e ficando em quarentena”.

Entretanto, segundo o agrônomo André Kultz, quando aterrissarem no Rio de Janeiro, “se conseguirmos”,  eles ainda não saberão como chegar a Guarapuava e em Fazenda Rio Grande, no caso dos primos Manoely Leme Barbosa e Diego Ferreira Barbosa, Lucas Moreira e Gabrieli Albuquerque.

“Estamos pensando em tentar conseguir um voo ou alugar um carro, mas não sabemos quando “.

QUESTÃO CULTURAL

Pessoas sem máscaras se misturam a outras que são prevenidas (Foto: André Kultz)

A diferença de cultura entre os países e a influência desta no trato contra a Covid-19, chamou a atenção dos guarapuavanos. De acordo com André Kultz, enquanto asiáticos se previnem cobrindo o corpo e usando máscaras, indianos, brasileiros e outras nacionalidades ficam descobertos, à mercê do coronavírus.

Veja esse depoimento em vídeo com exclusividade para o Portal RSN.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

Relacionadas

NA CONTRAMÃO

Em 'live', Bolsonaro critica o uso de máscaras e o isolamento social

EM FOZ DO IGUAÇU

Bolsonaro diz que aposta em Silva Luna na presidência da Petrobras

ACERTO DE CONTAS

Contribuinte já pode baixar Programa de Declaração do IR 2021

Comentários