Guarapuavana se destaca nos EUA

Diego Canci

Uma atleta guarapuavana que saiu do Brasil há cerca de oito meses para treinar, está fazendo sucesso nos Estados Unidos. Sarita Federle é fisiculturista profissional e logo que chegou em Orlando, viu a paixão pelo esporte aumentar, assim como sua motivação para continuar fazendo aquilo que ama. “Não é que no Brasil não se possa praticar o fisiculturismo, mas é bem mais complicado. Aqui nos Estados Unidos, por exemplo, o esporte já é mais difundido, bem mais conhecido, e isso facilita muito para os atletas”, comenta.

Sarita conta que sempre gostou muito do esporte. Ela pratica musculação desde os 15 anos de idade, mas foi há cerca de 4 anos, que ela decidiu investir em uma carreira de atleta. “Eu sempre gostei de esportes, de todos os tipos. Eu estudei educação física e frequento academias desde os 15 anos. Há mais ou menos quatro anos que eu comecei a fazer dieta, investir nos treinamentos e me dedicar mais ao esporte”.

No Brasil, Sarita participou de duas competições, uma delas em Guarapuava, mas foi mesmo quando chegou em Orlando, já em sua primeira competição, que a fisiculturista conseguiu sentir a satisfação por todo o esforço desempenhado com anos de dieta e treinamentos. “Logo na minha primeira competição aqui nos Estados Unidos, eu já fui vice-campeã. Foi muito legal, porque eu não imaginava que seria assim tão rápido. Com esse resultado eu consegui o Pro Card (título de profissional) e com isso me credenciei também para participar do Campeonato Mundial da WBFF em Las Vegas”.


Treinos e dieta fazem parte da rotina da atleta (Foto/Reprodução facebook)

E Sarita está em fase final de preparação para esta competição, seu primeiro Mundial. “Eu vou participar do Campeonato em Las Vegas com fisiculturistas do mundo todo. Só de estar participando já é a realização de um sonho. Vou competir com atletas campeãs, conhecidas no mundo todo, que eu acompanhando e sou fã. É claro que a vontade é sempre de ser campeã, mas só de estar do lado dessas atletas e participar deste grande evento, já é muito legal. Estou muito feliz”, declara.

Mas é claro que para chegar onde está hoje, Sarita enfrentou algumas dificuldades e até mesmo preconceito. “Ainda existe (preconceito), mas está mudando bastante. Mesmo a minha categoria sendo a Diva Fitness, onde as atletas não são tão grandes, eu sofri muito, até mesmo com amigos. Já fiquei muito chateada e até pensei em desistir, mas consegui passar por cima de tudo e com o reconhecimento que venho conquistando, vejo que tudo valeu a pena. Eu amo demais esse esporte”, afirma orgulhosa.

O Campeonato Mundial de Fisiculturismo WBFF (World Beauty Fitness e Fashion) é nos dias 14 e 15 de agosto em Las Vegas, nos Estados Unidos. A guarapuavana vai competir na categoria Diva Fitness, ao lado das melhores atletas do mundo. 

Relacionadas

DESTAQUE

Largada do Campeonato Paranaense ocorre hoje

DESTAQUE

Largada do Campeonato Paranaense será em fevereiro

'PÉ NA ESTRADA'

Pilotos do 27º Transparaná deixam Guarapuava e seguem para Irati

Comentários