Fiscalização ‘fecha o cerco’ e multa quem descumpre decreto

Com novo decreto a fiscalização em Guarapuava ganhou reforço e equipes encontram-se nos bairros e Centro da cidade

Fiscal multa loja de departamento que estava aberta (Foto: Secom/Prefeitura)

O sábado está sendo movimentado para equipes de fiscais da Prefeitura. De acordo com o coordenador da fiscalização, Luciano Silveira, a administração municipal ampliou o número de profissionais. Assim, eles se dividem em equipes e encontram-se orientando comerciantes no que se refere ao novo decreto assinado pelo prefeito Celso Góes. A Polícia Militar e técnicos da Vigilância Sanitária também compõem a frente de fiscalização nos bairros e Centro da cidade.

Conforme o texto, setores do comércio e outras atividades classificadas como não essenciais estarão fechadas até o dia 8 de março. Assim quem descumprir as normas ditadas pelo Governo do Estado e ratificadas pelo prefeito, pagará multa. Esse é o caso da Havan em Guarapuava que estava com as portas abertas e recebeu a multa de R$ 5 mil.

DECRETOS

A medida está prevista em decretos assinados pelo governador Ratinho Junior e outro de autoria do prefeito Celso Góes. Tudo para conter a propagação do vírus da covid-19.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

BOLETIM COVID

Saúde de Guarapuava confirma mais uma morte neste domingo (11)

INCENTIVO

Nova fase do Cartão Futuro vai alcançar jovens até 21 anos

MAIS PRAZO

Senado aprova prorrogação da entrega do IR da Pessoa Física

Comentários