Ex-prefeito é detido por embriaguez ao volante em Prudentópolis

Além de estar embriagado ainda bateu num carro estacionado e atravessou o Ford Ecosport que conduzia em meio à rua Dona Elza Mehl

PM deteve o ex-prefeito Gilvan Agibert por embriaguez (Foto: RSN)

Um caso de embriaguez ao volante, seguido de colisão em um carro estacionado, chamou a atenção em Prudentópolis. Por volta das 20h30 de sábado (3), em frente ao Colégio Imaculada, um motorista bateu contra um GM Celta que estava estacionado e fugiu. De acordo com a Polícia Militar, houve dano nos dois veículos. Entretanto, o motorista do GM Celta localizou o infrator. O Ford Ecosport estava atravessado na rua Dona Elza Mehl, atrapalhando o trânsito.

Conforme a PM, o motorista de 61 anos, estava embriagado e com dificuldade para permanecer em pé. “Tinha o andar cambaleante, vestes em desalinho, odor etílico, olhos vermelhos. Além de apresentar-se extremamente arrogante com a equipe, não acatando as ordens emanadas e questionando a todo momento o motivo de a equipe estar ali”.

Além de tudo isso, o condutor conhecido como Gilvan, segundo a PM, tinha ainda débitos pendentes junto ao Detran. Assim sendo, a PM guinchou o Ford Ecosport e Gilvan foi levado até a delegacia da polícia civil. Entretanto, enquanto aguardam o guincho, ele dizia que não era bandido e insultava o condutor do GM Celta de “piá de merda”, “vagabundo”, entre outros adjetivos pejorativos.

“Também recusou-se a permanecer na viatura, sendo então necessário colocá-lo no camburão”. Conforme a PM, na delegacia ele recusou-se a fazer o teste de dosagem alcoólica. Porém, contou que estava numa festa de aniversário, onde tomou cerveja.

EX-PREFEITO ASSUME AUTORIA

Entretanto, numa postagem em grupos de WhatsApp, o ex-prefeito Gilvan Agibert assumiu a autoria da ocorrência. Conforme dados enviados ao Portal RSN por moradores de Prudentópolis, Gilvan disse que estava retornando da casa da mãe.

“Tava de boa e enrosquei um pouco na lateral de um Corsa. Eu no celular e aconteceu. Mas nada ver com embriagues. Carro travou a roda e estava com o IPVA atrasado. Como iria fugir se a roda travou. Já em seguida foi falado com o dono. Mas a pirotecnia e as fofocas são grandes. Gostam de aumentar e falar um monte de coisas. Porque quando pedi pra fazerem bafômetro, disseram que não precisava. Mas vamos acertar o que tem e pra acertar e pronto. Mas graças a Deus, foi pouca coisa e bens materiais apenas, pra minha felicidade e talvez pra muitos infelicidade. Sou um ser humano comum, e continuarei sendo o parceiro e o amigo de sempre”.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

MULTA

Polícia Militar entrega multa de R$ 21 mil por desmatamento ilegal

ALERTA

Prudentópolis informa sete novos casos suspeitos de dengue

COVID-19

Turvo vacina nesta semana as pessoas com idade entre 65 e 69 anos

Comentários