Carreata pede ‘impeachment’ de Bolsonaro também em Guarapuava

Carreatas estão ocorrendo em vários municípios brasileiros desde a manhã deste sábado e devem se estender até o domingo (24)

Carreata pede ‘impeachment’ de Bolsonaro também em Guarapuava (Foto: Divulgação/PT)

Movimentos de esquerda e direita continuam mobilizados e promovem manifestações neste sábado (23) pelo Brasil afora. O centro do movimento é o impeachment do presidente Jair Bolsonaro (sem partido).

Em Guarapuava, uma carreata deve reunir cerca de 100 carros, na tarde de hoje (23), segundo a secretária  de Comunicação do PT, Fátima Rosso. A saída será em frente ao Fórum Desembargador Guarita Cartaxo. “São vários coletivos da cidade, incluindo representantes do PT e MDB. Além, da Adunicentro, Sindicatos dos Correios, coletivo Claudia da Silva, Levante da Juventude, entre outros”.

Entretanto, outras cidades do Brasil também compõem a corrente. Em Curitiba, por exemplo, às 15h30 haverá protestos na Praça Nossa Senhora Salete, Centro Cívico. União da Vitória também se manifesta às 16h.

(Imagem: Divulgação)

INDIGNAÇÃO

De acordo com Fátima Rosso, a mobilização mostra a indignação com a falta de uma ampla campanha de vacinação para imunizar a população contra o coronavírus. “Nos manifestamos também em respeito à vida e pela ampliação do prazo para o auxílio emergencial”.

Todavia, no país a pauta é mais ampla. Inclui o agravamento da crise pela falta de oxigênio em Manaus e outras cidades do Norte do país. Além de mudanças na política econômica liberal do governo que ao desemprego e à miséria.

A DIREITA TAMBÉM SE MANIFESTA

O que chama a atenção, porém, é que grupos de direita também se manifestam contra Bolsonaro e marcam protestos para o domingo (24). De acordo com a BBC, a convocação do ‘Vem Pra Rua’ e do ‘MBL’ se coloca como apartidária. Assim pede que os manifestantes levem apenas a bandeira do Brasil. Em Guarapuava não há informações se esse grupo . ideológico fará carreata ou não.

De acordo com levantamento, ao todo, 1029 pessoas e mais de 400 organizações assinaram pedidos de impeachment de Bolsonaro. Assim, 61 documentos  estão nas mãos do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia. Sendo  47 pedidos originais, cinco aditamentos e nove pedidos duplicados. Até agora, apenas 4quatro pedidos estão arquivados. Os outros 57 aguardam análise.

Entretanto, segundo pesquisa do DataFolha, revela que53% rejeitam impeachment de Bolsonaro; 42% são favoráveis.

BOLSONARO DESPENCA

Além dos pedidos de ‘impeachment’, Jair Bolsonaro registra queda. Conforme pesquisa divulgada nessa sexta (22) pela revista Exame e pelo instituto IDEIA mostra que a aprovação do presidente caiu de 37% para 26%,. Isso em uma semana.

Conforme a pesquisa, trata-se  da maior queda semanal registrada pelo instituto desde o início do atual governo. A crise em Manaus, com o desabastecimento de oxigênio em hospitais, a indefinição no calendário de vacinação e o fim do auxílio emergencial são os principais motivos da queda, de acordo com os organizadores da pesquisa.

Leia outras notícias no Portal RSN.

 

 

 

 

 

Relacionadas

NA CONTRAMÃO

Em 'live', Bolsonaro critica o uso de máscaras e o isolamento social

EM FOZ DO IGUAÇU

Bolsonaro diz que aposta em Silva Luna na presidência da Petrobras

ACERTO DE CONTAS

Contribuinte já pode baixar Programa de Declaração do IR 2021

Comentários