Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões

O bebê Vinícius sofre o grau mais severo de Atrofia Muscular Espinhal, e precisa tomar o medicamento considerado o mais caro do mundo

Bebê precisa de medicamento que custa R$ 12 milhões (Foto: Divulgação)

A luta de um casal para salvar a vida do bebê de um ano tem tempo marcado e preço. Rayane de Brito Pereira e Welton Douglas Samsel, pais de Vinicius, têm um ano para arrecadar R$ 12 milhões. É isso mesmo. O medicamento que o bebê de um ano de idade precisa custa esse preço. E ele precisa tomar o medicamento Zolgensma antes de completar dois anos.

De acordo com informações da família, Vinicius sofre de Atrofia Muscular Espinhal (AME), tipo 1. Considerado o grau mais severo da doença, compromete todos os músculos. Assim como a capacidade respiratória e a ingestão de alimentos. Além disso, os portadores da AME têm baixos níveis da proteína que possibilita os movimentos, a SMN.

Entretanto, o Zolgensma é considerado o tratamento mais revolucionário para essa doença. Conforme a família, o medicamento age na diretamente na recuperação dos genes. Assim, eles serão capazes de produzir as proteínas deficientes em quantidades normais. Com esse tratamento, os portadores da doença passam a levar uma vida normal.

ARRECADAÇÃO

A família de Vinicius mora em Engenheiro Beltrão no Sudoeste do Paraná. Na cidade de 14 mil habitantes, no último dia 17 de janeiro a criança comemorou o primeiro aniversário. Antes, porém, quando o bebê completou três meses, ele perdeu a vivacidade que tinha até então. As pernas perderam os movimentos. Após consulta, o médico o encaminhou a um neuropediatra.

Após uma bateria de exames, o diagnóstico chegou. Vinicius era portador do grau mais severo de Atrofia Muscular Espinhal. Para minimizar os efeitos da doença, Vinicius passou a ser medicado com o Spinraza, ofertado pelo Sistema Único de Saúde (SUS). Todavia, outro receituário trouxe o medicamento mais caro do mundo: o Zolgensma.

Para arrecadar o valor, após a justiça ter negado o pedido por duas vezes, Rayane criou o perfil no Instagram @ameviniciusbrito. As doações, até o momento no ‘vakinha’ on-line, já ultrapassaram R$ 78 mil. Por outros meios de doação, a família informou que já arrecadou R$ 1,2 milhão.

SERVIÇO

Para doar qualquer valor, basta acessar o link.

Relacionadas

ATENTE AO PRAZO

Prorrogado prazo para entidades que atendem crianças pleitearem recursos

CORRE SE INSCREVER

1º Juizado Especial Cível abre vaga para estágio em Guarapuava

RECESSO

Shopping está com atendimento especial na Praça de Alimentação

Comentários