Aluno da Unicentro cria aplicativo que orienta enfermeiros e acadêmicos

O 'Enfermeiro de Bolso' é resultado do Trabalho de Conclusão do Curso do estudante de enfermagem Cristiano Walter de Farias, da Unicentro

Aluno da Unicentro cria aplicativo que auxilia enfermeiros na elaboração de consultas (Foto: Divulgação)

Um aplicativo já com mais de 20 mil downloads está sendo uma ferramenta de pesquisa na área de saúde. Criado pelo estudante Cristiano Walter de Farias, acadêmico do último ano de enfermagem pela Universidade Estadual do Centro Oeste, trata-se do ‘Enfermeiro de Bolso’.

De acordo com o estudante, o ‘app’ surgiu como trabalho de conclusão de cursos (TCC). Assim, o aplicativo disponibiliza conteúdo atualizado e gratuito para estudo e consulta rápida, sem conexão com a Internet.

De acordo com o estudante, entre as várias funcionalidades, o usuário encontra um guia completo que auxilia os profissionais na elaboração de consultas. Além disso há um’ checklist’ contendo o passo a passo que deve ser executado durante os atendimentos aos pacientes.

Espero que esse aplicativo seja de grande ajuda, tanto para profissionais quanto acadêmicos, promovendo assim uma prática de Enfermagem mais assertiva, considerando protocolos e diretrizes existentes, além de novos estudos na área.

INOVAÇÃO

Para a doutora em Saúde Pública e orientadora do projeto, professora Maria Regiane Trincaus, a inovação aponta para uma formação contextualizada às demandas da sociedade. “O conhecimento gerado nas universidades públicas retorna à comunidade de forma simples, auxiliando no trabalho dos profissionais do mercado e em atividades do dia a dia das pessoas”.

De acordo com Cristiano, esse é objetivo principal do projeto apresentado à Unicentro. “O meu objetivo sempre foi desenvolver um produto, para devolver à sociedade o investimento da universidade pública. O grande desafio acaba sendo minha aptidão em programação. Mas, aliar o desenvolvimento de ‘software’ ao meu campo de conhecimento profissional e participar desse movimento de inovação na Enfermagem é muito gratificante”.

FUNCIONALIDES

O aplicativo ‘Enfermeiro de Bolso’ é um guia para profissionais da Saúde, com foco nas atividades de Enfermagem. Assim sendo, a ferramenta reúne informações sobre procedimentos, patologias, medicamentos e escalas clínicas. Além de explicações sobre doenças, conduta, materiais utilizados, indicação e dosagem de remédios, entre outras.

Sobre as várias escalas utilizadas pelos enfermeiros, Cristiano explica que o profissional é capaz de visualizar melhor os quadros clínicos dos pacientes conhecendo as escalas de avaliação.

É possível avaliar, por exemplo, o risco cardiovascular e o risco de infarto do paciente ou mesmo a possibilidade de a pessoa desenvolver algum problema de saúde mental.

Conforme Cristiano, o ‘app’ oferece ainda instruções essenciais sobre atenção primária à saúde, no âmbito da Atenção Básica, da Saúde da Mulher e do Sistema Único de Saúde (SUS). Na aplicação, estão agrupadas as orientações sobre vacinas, incluindo esquemas e doses e calendários vacinais atualizados para crianças, adolescentes, adultos, gestantes e idosos.

“Nessa parte, também estão disponíveis legislações e publicações distribuídas pelo governo brasileiro para os postos de saúde de todo o país. Inclusive um guia que auxilia os enfermeiros durante as consultas”.

Ademais, o aplicativo disponibiliza várias calculadoras clínicas, tais como: de índice de massa corporal (IMC); de medicação e gotejamento de soro. Além de  filtração renal; dentre outras calculadoras muito usadas nos processos de avaliação de sintomas dos pacientes.

SERVIÇO

O aplicativo é gratuito e está disponível na Google Play Store, para smartphones e tablets com o sistema operacional Android. Clique aqui para baixar e aproveitar o conteúdo.

Leia outras notícias no Portal RSN.

Relacionadas

OPORTUNIDADE

Inscrição para intercâmbio nos Estados Unidos termina nesta sexta (26)

EDUCAÇÃO MUNICIPAL

Educação convoca 100 aprovados no concurso público em Guarapuava

EDUCAÇÃO

Sistema Socioeducativo tem 45 adolescentes inscritos no Enem

Comentários