Aberta chamada pública para agricultura familiar no Paraná

O objetivo da chamada pública é a contratação de associações e cooperativas para fornecimento de produtos para a alimentação escolar em 2021

Aberta chamada pública para agricultura familiar no Paraná (Foto: Reprodução/Pixabay)

O Instituto Paranaense de Desenvolvimento Educacional (Fundepar) abriu nesta sexta (20) o Sistema Eletrônico Merenda do Paraná. Desse modo, permitindo a submissão de propostas para que associações e cooperativas da agricultura familiar forneçam alimentos para as escolas estaduais. Conforme a Agência Estadual de Notícias, os interessados podem inscrever projetos de venda pelo site até as 17h do dia 9 de dezembro. E a previsão de investimento para essa contratação chega a R$ 75 milhões.

De acordo com o diretor-presidente da Fundepar, Alessandro Oliveira, o objetivo é disponibilizar aos estudantes da rede estadual de ensino, cardápios com uma maior qualidade e diversidade de alimentos.

Os alimentos da agricultura familiar são mais frescos e com teor nutricional mais alto que os produzidos em larga escala. A produção é diversificada e para todo o ano letivo. Compramos produtos paranaenses, investimos na economia do Paraná.

Além disso, a compra dos produtos promove geração de renda na área rural e estimula a continuidade das famílias no campo. Em 2020, o programa beneficiou cerca de 25 mil famílias de pequenos agricultores com a contratação pela chamada pública. A medida também preserva hábitos alimentares e culturais ao respeitar a produção local, com maior aceitabilidade entre os estudantes das várias Regiões do Paraná.

Até novembro, foram R$ 60 milhões para compra de 11 mil toneladas de produtos da agricultura familiar. O Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAD) estabelece que no mínimo 30% dos recursos destinados à alimentação dos estudantes sejam reservados para a compra de alimentos da agricultura familiar. Contudo, o Estado tem destinado em média 70%.

(Foto: Reprodução/Pixabay)

ETAPAS

O processo terá as seguintes etapas: inscrição e cadastro dos projetos, classificação, habilitação e contratação. Dessa maneira, as cooperativas e associações contratadas ficam responsáveis de entregar os alimentos diretamente nas escolas dos 399 municípios do Paraná.

Conforme o Instituto, entre alguns dos grupos de interesse de compra estão frutas, hortaliças, temperos, legumes, verduras e tubérculos. E ainda, leite, panificados, sucos, ovos, iogurte, doce em pasta, arroz e feijão. Além disso, o edital já está disponível pelo site. Por fim, outras informações podem ser solicitadas pelo e-mail: chamadapublica@fundepar.pr.gov.br.

Leia outras no Portal RSN.

Relacionadas

QUE DELÍCIA

Guarapuava tem capacidade para armazenar 10,5 mil toneladas de maçãs

AGRICULTURA

Trigo paranaense abastece mercado interno em janeiro

REPRESENTATIVIDADE DE PESO

'Carta de Guarapuava' pede menor tarifa para o pedágio

Comentários